INFLUENCER COM OLHOS COLORIDOS É A MISS MINAS DO LEÃO LATINA

COMO CANDIDATA, MARIAN JARDIM QUER LEVAR A MENSAGEM DE AUTOACEITAÇÃO ÀS MULHERES

Marian Jardin, 19 anos, é a representante de Minas do Leão na final do próximo Miss Rio Grande do Sul Latina. Estudante de administração de empresas e Influenciadora digital, a candidata trabalha como recepcionista na prefeitura de sua cidade.

Preparada pelo promotor Jamal Janry, que estreia como coordenador municipal do concurso nessa temporada, Marian revela ter a solidariedade com a sua principal característica. “Desde muito pequena eu aprendi que devemos ajudar ao próximo e não há nada mais gratificante do que contribuir de alguma forma com o outro. O sorriso é a melhor recompensa que a gente recebe”, conta.

Poucas situações fazem a Miss Minas do Leão perder a cabeça. Ela se define uma pessoa muito tranquila, mas que, apesar disso, compra brigas e se posiciona ao presenciar injustiças e qualquer tipo de preconceito.  

AMOR PRÓPRIO

Os olhos coloridos da latina leonense são algo que desperta a curiosidade das pessoas em um primeiro contato. Resultado de herança genética, a candidata tem um olho castanho e o outro verde – característica chamada heterocromia e algo que Marian revela gostar muito, pois lhe faz sentir especial.

Quando fala em conquistas, a finalista dessa edição diz que o seu principal feito foi aprender a amar a si, do jeito que é.  Durante muito tempo, o fato de ter o biótipo muito magra, causou baixa autoestima na participante, pois era motivo de críticas e de piadas até mesmo de pessoas da própria família e de amigos. “Foi muito difícil para mim esse processo de aceitação. Sofri demais até chegar no momento em que passei a me amar da forma como eu sou. Depois disso, eu quis transmitir essa mensagem às outras mulheres”, afirma.

LATINA E PROJETO SOCIAL

Sobre a sua participação no Miss RS Latina, a morena conta que resolver disputar o concurso porque percebeu a grandeza que é representar a cidade e todas as mulheres do município, podendo inspirá-las de alguma forma. “O que eu mais almejo em minha vida é poder fazer o bem a quem convive ao meu lado e ser uma pessoa lembrada em minha cidade pelas coisas boas que fiz pela comunidade. Também quero poder viajar o mundo inteiro representando o lugar de onde vim e cresci, pois acredito que depois de chegar no Miss Latina, a o céu será o limite”, diz.

A Miss Minas do Leão também quer usar o evento como uma plataforma para divulgar o projeto “A força de uma Mulher”, que conta a história de muitas mulheres que tinha baixa autoestima e sofriam pelas críticas e pensamentos da sociedade, mas que hoje conseguem se amar, se aceitar e mostrar isso abertamente. “Quando eu expus as minhas vivências e o processo de aceitação nas redes sociais, recebi centenas de mensagens de mulheres relatando as suas histórias de vida e até mesmo as doenças que tiveram, como depressão e ansiedade, por conta dos seus corpos. Foi aí que resolvi desenvolver o projeto para discutir esse tema e contribuir no fortalecimento da autoestima de todas que integram o grupo”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.