INFLUENCIADORA DIGITAL É A MISS BUTIÁ LATINA

KETLIN FERRARI CHEGOU A ACREDITAR QUE OS CABELOS CURTOS PODERIAM SER PREJUDICIAL NA DISPUTA

Ketlin Ferrari (19) vai representar o município de Butiá na final do próximo Miss Rio Grande do Sul latina. Modelo e influenciadora digital, a loira também é vendedora e chega ao concurso como candidata independente. Ou seja, não conta com uma coordenação municipal em sua preparação. Algo que ela não vê como um problema, visto que se considera uma pessoa organizada e que não tem medo de encarar desafios.

Essa é a primeira vez que uma candidata representa a cidade na franquia, bem como a primeira vez que a modelo participa de um evento de beleza. Apesar de nunca ter concorrido em uma competição de miss antes, a butiaense vê no concurso uma oportunidade de alavancar os seus projetos na área digital e também considera essa uma chance de se desenvolver em muitos aspectos. “Amo viver novas experiências. Então, vi a oportunidade de participar do Miss RS Latina e tenho certeza de que vai me agregar muitas experiências positivas, aprendizados e oportunidades incríveis!”, conta entusiasmada.

Além de buscar o título, Ketlin tem como objetivo ingressar no curso superior, morar sozinha, e crescer profissional e financeiramente. Quando questionada sobre o que lhe faz perder a cabeça, a loira diz que abomina a violência contra a crianças e idosos, bem como maus-tratos aos animais.

CABELOS CURTOS

Logo que entrou em contato com a organização do Latina, a Miss Butiá trouxe um questionamento: cabelos curtos prejudicam uma candidata no concurso?

Conforme relata o diretor da franquia gaúcha, Michael Costa, essa é uma questão que causa muita insegurança nas mulheres que buscam informações e que tem interesse em participar do evento. Para Costa, criou-se no imaginário do público a ideia de que apenas determinado tipo de produção é assertiva para vencer um concurso. “O cabelo é visto por muitos como um símbolo de feminilidade, mas a prioridade do que mostrar no concurso não deve estar focada apenas na estética, pois uma miss representa mais do que um ideal de beleza nos dias de hoje”, afirma.

O diretor ainda diz que o latina sempre se destacou por valorizar a diversidade de belezas presentes no estado e que busca, principalmente, por candidatas com conteúdo e boas comunicadoras, seguindo o lema da fase internacional “uma beleza que não se perca ao falar”. Já a Miss Butiá vê nos cabelos a possibilidade de transmitir uma mensagem ainda maior. “Percebi que esse pode ser o meu diferencial no concurso e quero mostrar à outras mulheres que o cabelo não determinada feminilidade. Podemos ser lindas, elegantes e maravilhosas com os mais variados tipos de cabelo, corpos e estilos”, diz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.